Rede pede suspensão da licença de mineração na Serra do Curral

O porta-voz estadual da Rede Sustentabilidade-MG, Paulo Lamac, disse, em seu perfil no Instagram, que protocolou na tarde de ontem, uma ação popular pedindo a imediata suspensão da licença concedida pelo Conselho Estadual de Política Ambiental (Copam) para o projeto de mineração na Serra do Curral.
“A medida considera lesiva ao patrimônio ambiental a aprovação do pedido de licenciamento da mineradora Tamisa para exploração na Serra do Curral, diante do irremediável dano ao meio ambiente e patrimônio paisagístico. A ação destaca ainda a mobilização de diversas entidades e associações da sociedade civil e também o Ministério Público”, diz.
Segundo Lamac, a votação que deliberou o pedido da mineradora ocorreu na madrugada do último sábado, em reunião virtual e quando a sala já estava sem a presença de representantes da sociedade civil, que se manifestaram contra a mineração.
A medida, segundo ele, visa coibir a votação que desconsiderou totalmente as manifestações técnicas contrárias à destruição na Serra do Curral, ao desequilíbrio ambiental que o empreendimento irá proporcionar e, ainda, ao impacto que atingirá diretamente os bairros vizinhos ao empreendimento. “Não podemos aceitar uma votação aberrante, na calada da noite. É inadmissível a decisão do Copam, por isso ingressamos em juízo pedindo a suspensão da decisão até que tenha a decisão do tombamento pelo Iepha”, diz Lamac. (Da Redação)

Saiba mais em: https://www.otempo.com.br/cidades/rede-pede-suspensao-da-licenca-de-mineracao-na-serra-do-curral-1.2661711